Buscar

O uso do GPS agrícola


O desenvolvimento e a implementação da agricultura de precisão ou agricultura específica para um local foi possível através da combinação do Sistema de Posicionamento Global (GPS) e de sistemas de informação geográfica (SIG). Essas tecnologias permitem que se reúna a coleta de dados em tempo real com informações precisas de posição, levando à manipulação e análise eficientes de grandes quantidades de dados geoespaciais. As aplicações feitas com GPS na agricultura de precisão estão sendo usadas para planejamento da fazenda, mapeamento de campo, amostragem de solo, orientação de trator, observação de culturas, aplicações de taxa variável e mapeamento de produtividade. O GPS permite que os agricultores trabalhem em condições de campo de baixa visibilidade, como chuva, poeira, neblina e escuridão.


No passado, era difícil para os agricultores correlacionar técnicas de produção e produtividade com a variabilidade da terra. Isso limitou sua capacidade de desenvolver as estratégias mais eficazes de tratamento de solo/planta que poderiam ter melhorado sua produção. Hoje, é possível uma aplicação mais precisa de pesticidas, herbicidas e fertilizantes, além de um melhor controle da dispersão desses produtos químicos através da agricultura de precisão, reduzindo assim as despesas, produzindo um rendimento maior e criando uma fazenda mais ecológica.


Atualmente, a agricultura de precisão está mudando a maneira como os agricultores e os agronegócios vêem a terra da qual obtêm seus lucros. A agricultura de precisão consiste em coletar informações geoespaciais oportunas sobre os requisitos de solo-planta-animal e prescrever e aplicar tratamentos específicos do local para aumentar a produção agrícola e proteger o meio ambiente. Onde os agricultores já trataram seus campos de maneira uniforme, agora estão vendo benefícios ao micro gerenciar seus campos. A agricultura de precisão está ganhando popularidade em grande parte devido à introdução de ferramentas de alta tecnologia na comunidade agrícola que são mais precisas, econômicas e fáceis de usar. Muitas das novas inovações dependem da integração de computadores de bordo, sensores de coleta de dados e sistemas com GPS para referência de tempo e posição.


Muitos acreditam que os benefícios da agricultura de precisão só podem ser alcançados em grandes fazendas com enormes investimentos de capital e experiência com tecnologias da informação. Não é esse o caso. Existem métodos e técnicas baratos e fáceis de usar que podem ser desenvolvidos para uso de todos os agricultores. Através do uso de GPS, GIS e sensoriamento remoto, as informações necessárias para melhorar o uso da terra e da água podem ser coletadas. Os agricultores podem obter benefícios adicionais combinando uma melhor utilização de fertilizantes e outras alterações do solo, determinando o limiar econômico para o tratamento de infestações por pragas e ervas daninhas e protegendo os recursos naturais para uso futuro.


Os fabricantes de equipamentos GPS desenvolveram várias ferramentas para ajudar os produtores rurais e as empresas agrícolas a se tornarem mais produtivas e eficientes em suas atividades agrícolas de precisão. Hoje, muitos agricultores usam produtos derivados de GPS para aprimorar as operações em seus negócios agrícolas. As informações de localização são coletadas pelos receptores GPS para mapear os limites do campo, estradas, sistemas de irrigação e áreas problemáticas em culturas como ervas daninhas ou doenças. A precisão do GPS permite que os agricultores criem mapas agrícolas com áreas precisas para áreas de campo, localizações de estradas e distâncias entre pontos de interesse. O GPS permite que os agricultores naveguem com precisão para locais específicos no campo, ano após ano, para coletar amostras de solo ou monitorar as condições da colheita.


Os consultores de culturas agrícolas usam dispositivos robustos de coleta de dados com GPS para posicionamento preciso para mapear infestações de pragas, insetos e ervas daninhas no campo. Áreas problemáticas como pragas nas lavouras podem ser identificadas e mapeadas para futuras decisões de manejo e recomendações de insumos. Os mesmos dados de campo também podem ser usados ​​por pulverizadores de aeronaves, permitindo uma faixa precisa dos campos sem o uso de sinalizadores humanos para guiá-los. Os aviões agrícolas equipados com GPS são capazes de voar faixas precisas sobre o campo, aplicando produtos químicos somente quando necessário, minimizando a deriva química, reduzindo a quantidade de produtos químicos necessários, beneficiando o meio ambiente. O GPS também permite que os pilotos forneçam aos agricultores mapas precisos.


Agricultores e prestadores de serviços agrícolas podem esperar ainda mais melhorias à medida que o GPS continua se modernizando. Além do serviço civil atual fornecido pelo GPS, os Estados Unidos estão comprometidos com a implementação de um segundo e um terceiro sinal civil nos satélites GPS. O primeiro satélite com o segundo sinal civil foi lançado em 2005. Os novos sinais aumentarão a qualidade e a eficiência das operações agrícolas no futuro.


Texto traduzido da fonte: https://www.gps.gov/applications/agriculture/

55 visualizações0 comentário